Quarta-feira, 6 de Agosto de 2008

Adoro ver-te voar...

 

 

…Meu Mundo de Cor,

Meu Poema,

Meu Encanto!

 

                                                                                                                                                                                                                                          

Fotografia de © Maria João Pinto

 

 



 

Orgulho-me de te saber assim, bonita, mulher! Tu tão Minha, eu tão Tua!

Não te prometo que sorria da mesma forma, enquanto te souber a voar, longe das minhas asas. Prometo-te sim, que me envaidecerei, por conseguires agarrar, abraçar um sonho e torná-lo realidade, com uma mestria tão tua!

 

Não te prometo que não vou chorar por não te ter pertinho! Prometo-te sim, que, em cada lágrima, te enviarei um cristal cheio de amor e que conseguirei que o sintas como um mimo meu, só para ti!

 

Não te prometo que estarei feliz, porque já sinto a tua falta e a casa já está a tornar-se tamanha, vazia, por não ouvir a tua voz… Prometo-te sim, um jardim de beijos, outro de abraços, sempre que te pense, pois que contigo sou grande, e, sem ti, sou tão pequena!

 

Não te prometo que não vá chorar porque não consigo. Prometo-te sim, que te Amo eternamente, e, que entre um soluço e outro, vão milhões de desejos de te ver voar, e que, não mais fecharei os olhos porque sou tua mãe, és minha filha, mas, mais do que isso, somos amigas, Meu Encanto, tão INCONDICIONALMENTE AMIGAS!

 

publicado por Cris às 00:33
| comentar | favorito
10 comentários:
De Fatyly a 6 de Agosto de 2008 às 21:38
E eu assisto de bancada a essa vossa grande e incondicional amizade e confidencialidade.

Voam...mas continuam a ser os nossos bébés.

Força fiota que ambas iremos suster essas asas!

Um momento lindissimo, comovente e a transbordar de ternura.

Um beijo às duas
De Cris a 7 de Agosto de 2008 às 01:29
És parte de nós. Ouviste a tua neta mais velha, não ouviste? É um doce de Menina/Mulher!
Se já corria para o teu colo, agora vou deixar-me adormecer nele, vezes sem fim.
Não escondo, Faty! Adoro saber que ela voa tão bem, mas, que custa tanto, tanto! Estamos todas de nervos à flor da pele.
Ando por aqui, sem saber que fazer. Levanto-me e vou dar-lhe um beijo, choro, fujo. Sento-me, não sei o que faço, Mãezona.
Pela primeira vez, acredita, não sei o que faço, como estar, se a olhe, se não. Estou feliz, estou triste, estou tão nervosa!
Até a Avó Edu está mais calma que qualquer uma de nós, acreditas? Mas, foi lindo! Disse-me:
"-Tininha, eu queria ir acompanhar a João!"
E vai! É tão feliz por ver a neta toda bonita! :-)
Sei agora como é delicioso ser Mãe! Não há no mundo melhor sensação que esta!

Beijo no teu Coração Enorme, das tuas, fiota e netas,
Cris, João e Ana Rita

Comentar post



pesquisar

 

Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Encantos Recentes

JUSTIÇA PARA FLÁVIA!

Não há luar!

...não precisar dizer mai...

Brasileirinha dji car...

desejo

Adoro ver-te voar...

Um gesto...Um Bolso...e.....

E vai chegar o Setembro, ...

Minho

Encantos Guardados

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Agosto 2007

Fevereiro 2007

Outros Encantos



A-manh-ser
adesenhar

Branco e Preto II

(A) Clareira
Codornizes
Cubata Simples e Verdadeira

Da Condição Humana

Estrada de Santiago
Estúdio Raposa-Luís Gaspar

Flávia, Menina-Encanto, Uma Flor!
Fugas e Devaneios

Heloísa

Humores

(O) Jardim e a Casa

Jogos de palavras

Madrugadas de Volúpia
Mar de Sonhos
Menina Marota
Marulhos
Mil e Uma Horas

Noite.de.Mel
Nuno Photo's Space
Nuno de Sousa-Fotógrafo Amador

OFicina de Palavras
Outros Olhares

Páginas da Nossa Vida
Paixão e Poesia
Palavras da {{coral}}
Palavras em Desalinho
Partilhas
Peciscas
Pedra Filosofal
Plan(o)Alto
Poemas de Amor e Dor
Poesia Portuguesa
Pó de Estrelas ou (o Meu Sol de Inverno)
(A) Psique mudou de ideias

Revelações...Avulsas

Secreta
sem censuras
Sidadania
Sinestesia Crepuscular

Traços e Letras
Truca-Luis Gaspar

Vida de Casado

Webclub
Words

A INJUSTIÇA de uma JUSTIÇA lenta. E o PERIGO DOS RALOS DE PISCINAS. Clique na foto, conheça e divulgue a história de Flavia. Obrigada!


Blogagem Colectiva para Flávia em 9/Set/2008


Encanto-me a ver

blogs SAPO
RSS